Mais denuncias e reclamações quanto ao gramado e palmeiras cortadas.


Denuncias de que estão na calada da noite ,derrubando as palmeiras da Avenida primeiro de Janeiro segundo as primeiras denuncias.

A alegação é que estão mortas e para  evitar acidentes estão cortando.

Raríssimo é ver uma palmeira cair como por exemplo uma arvore de algaroba. Estão sendo criadas margens para deduções da população que procuram respostas. Questão política, e modificar todo o trabalho deixado pelo ex gestor para que não reste indícios de sua passagem? Oque dizem os ambientalistas, mesmo não concordando com a espécie plantada, isso não é crime ambiental? O que está acontecendo quanto a deficiência para apenas manter as praças verdes e as plantas regadas?
O processo lento e gradativo para modificar as entradas e vias da cidade, quanto ao seu paisagismo pode ser considerado uma prioridade frente as tamanhas dificuldades já expressas pela atual gestão?

Mais uma vez, em breve esperamos como sempre comunicado por parte da prefeitura e secretaria competente, para esclarecimentos a população.

A reclamação constante é que as praças e canteiros reformados pelo antigo gestor não estão recebendo a mesma atenção que outros que não tiveram uma grande interferência do mesmo.

Com toda a certeza a atual gestão como sempre esclarecerá os fatos e informará a população como ocorrem o cronograma de regagem. Uma marca do atual gestor é sempre discutir com a sociedade e esclarecer os fatos de maneira democrática.